AAS - Acessórios e Auxiliares no Sexo


14/09/2017


Dicas para o uso correto da ducha higiênica anal e fazer a chuca.

 

 O sexo anal é prazeroso para ambos os sexos. Requer muito curidado durante o ato e o que antecede e sucede a ele no que diz respeito a higiene íntima local.  O parceiro não dispensa este local então o cuidado é redobrado. Para ter um sexo anal higiênico, seguro e prazeroso é indispensável o uso da ducha íntima e de preservativo.

Essa invenção é ideal, uma vez que limpa todo o canal do ânus, preparando a mulher para o sexo, sem o risco de ter algum resíduo indesejado ou o acúmulo de bactérias, uma vez que a região é propensa a isso.

 

O uso da ducha anal não dispensa o uso do preservativo, mesmo com uma limpeza correta é possível adquirir doenças através do sexo anal.  

A ducha íntima é utilizada com frequência na Medicina para diferentes propósitos e na higienização de pacientes. Mas, aquele que tem experiência no sexo anal sabe que a ducha é extremamente importante para realizar a posição, pois torna tudo mais prazeroso e limpo, sem aquele pensamento de que ficou alguma sujeira ou resquício de fezes no reto que aparecerá após a penetração.

Por mais que o “instrumento” possa parecer assustador, na verdade a técnica é bastante simples. Muitas pessoas realizam sexo anal sem fazer uso da ducha, pode até dar certo, mas a mulher nunca sente 100% de prazer, pois fica preocupada com as reações do seu intestino e pode até mesmo sentir certo desconforto se não estiver completamente “esvaziada”. Por isso, para evitar preocupações e proporcionar um sexo mais prazeroso para ambos deve-se usar este objeto.

Também chamado de enema, a ducha íntima deve ser preenchida com água para realizar a limpeza completa do trato retal. Prefira utilizar água potável filtrada ou mineral que já vem engarrafada, a mesma que se bebe. Evite usar água da torneira devido aos componentes utilizados para tratamento e limpeza da mesma. Dessa forma irá evitar alguma irritação no local.

A água deve estar morna, pois muito fria ou quente pode causar desconforto ou danos em contato com o ânus.  Faça o teste de temperatura na mão e veja se está adequada para sua pele.  

Algumas duchas se diferenciam de outras pela quantidade de água que armazena, pela espessura do bico ou até acompanham 2 picos, sendo um exclusivamente para a região anal e o outro mais grosso exclusivamente  para a região vaginal, não são descartáveis é só limpá-los e desinfetá-los após o uso.

O uso do lubrificante no bico injetor facilitará a introdução e manuseio mais confortável.  

Faça a limpeza no banheiro. Escolha uma posição confortável e que facilite esse procedimento. Escolha uma posição que proporcione a retenção do líquido, porque o ideal é que ele fique retido no seu reto por alguns minutos, para que a limpeza seja completa e não sobre nenhum resquício de fezes para contar história, assim você poderá praticar o sexo anal com mais comodidade. Assim como na prática do sexo anal, a mulher deve estar completamente relaxada para realizar a limpeza. Isso porque qualquer tensão ou desconforto gera um bloqueio e será muito mais difícil introduzir o bico. Esse relaxamento vai tornar a mulher mais segura e receptiva para o sexo anal.

Outra vantagem do uso da ducha é que o bico injetor de água na faz a dilatação do orifício anal, ficando mais propício quando ocorrer a penetração do pênis.

Introduza o bico com cuidado. Apete a bomba de água para soltar o jato no reto. Pressione sem soltar a bomba para que a água não seja devolvida para a ducha ou escorra. Você deve reter por alguns minutos e depois soltar o líquido no vaso sanitário fazendo um pouco de esforço. O procedimento não dura mais de cinco minutos e, depois disso você estará apta para um delicioso sexo anal com o seu parceiro.

 

Se desejar já deixar a região lubrificada é só misturar dentro da água seu lubrificante preferido ou as famosas bolinhas explosivas aromáticas. A região ficará lubrificada com o óleo e ao mesmo tempo perfumada.

Redação final: Acessoria de Imprensa às 14h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico


Patrocinador