AAS - Acessórios e Auxiliares no Sexo


29/12/2016


Depilação e o Sexo

Já se sabe que as mulheres tem bastante preferência por uma depilação íntima completa preliminarmente ao sexo, seja por questão da apresentação, conforto, segurança ou mesmo para agradar a outra pessoa realizando aquele fetiche. No entanto, a remoção dos pelos exige também alguns cuidados. Os pelos estão lá pra proteção da região.

Qualquer método de depilação agride a pele de alguma maneira e a recuperação leva algum tempo. Essa sensibilidade pode ser a porta de entrada para alguns micro-organismos que causam doenças. Os especialistas afirmam que a depilação deixa os poros abertos e isso favorece a entrada de bactérias, o que se agrava caso a mulher já tenha predisposição à foliculite.

Além disso, a pele recém-depilada pode até mesmo diminuir o seu prazer sexual, justamente por conta da sensibilidade, o que causa dor ou incômodo  desvia a concentração e pode atrapalhar durante o ato.

Alguns cosméticos sensuais por conterem em sua formulação corantes e aromatizantes artificiais podem causar irritação se usados após a depilação intima. Especificamente bolinhas e géis funcionais podem dar alguma reação por conta dos poros dilatados e irritação causada pela depilação, que não deixa de ser uma agressão a pele, afinal o pelo é arrancado ou cortado rente a pele que pode se sensibilizar com esta ação. Uma possível irritação pode parecer que foi causada pelo produto erótico usado, mas não foi. Este lembrete serve tanto para as mulheres quanto para os homens.

Para se livrar desses riscos, o ideal é dar um tempo para a pele se recuperar. Se a mulher puder fazer essa depilação uns 2 dias antes da relação sexual é melhor. Já é tempo suficiente para diminuir a reação inflamatória local causada pela depilação.

 

De acordo com os ginecologistas, a depilação isoladamente não traz riscos à saúde da mulher. No entanto, é importante redobrar a atenção com a higiene, com os materiais utilizados para a depilação e com os cuidados pós-depilatórios, como por exemplo: evitar roupas apertadas, exposição ao sol e cremes que possam causar alergia. Desde que sejam tomados os cuidados necessários a mulher pode se depilar tranquilamente, mas contanto que não seja predisposta a foliculite.

 

Redação final: Acessoria de Imprensa às 12h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico


Patrocinador